segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Coisas do Passado, Desejos do Futuro

Já há muito tempo que não escrevo aqui. E já há muito tempo que não me sento a uma secretária e me dedico a desenhar. Não um daqueles desenhos para passar o tempo numa aula aborrecida, mas um dos desenhos que desenhei por gosto, por vontade, para praticar. Começo a tremer o braço, a perder o curso das linhas que outrora me saiam tão facilmente, tão fluídas... Apesar de sraro ser o desenho que me satisfaz, ultimamente nenhum o tem feito como deve de ser... E também estou a perder o contacto com muitos dos meus amigos... o J.T. e a Bia, por exemplo... Como J.T. tenho falado. A Bia anda lá com o namorado dela... mas para ser sincero, aquilo vai acabar mal. Espero que acabe apenas. Parece mau? Não é, acreditem. Ele fala mal com ela. E já foi violento à frente dela. inclusivé, já a empurrou "mas estava bêbado" e então? Isso não é desculpa. Espero que ela não acabe como a minha avô... 50 anos a aguentar abusos do homem que amava quando casou... Não só físicos mas psicológicos, aos ponto de terem de ser os filhos e netos a decidir tomar uma ação... Não desejo isso a ninguém.

Já não me lembrava como era desabafar por aqui por estas partes... Estou a mirrar. A saudade faz dessas coisas. Já não choro. Mas não é por força, é por cansaço. Cansado de chorar... Um "supremíssimo cansaço. Íssimo, íssimo, íssimo cansaço", tal qual como diz o Fernando Pessoa. Já não sei que mais escrever. A inspiração, ou o que resta dela, ainda vagueia por aqui... não sei a expressão em português... É como na My Immortal, dos Evanescence, "your presence still lingers here"... Ah! Sim! Ainda paira no ar a minha inspiração. Pouco, ténue, toca-me por vezes mas não me dá suficiente vontade para agrupar em letras, palavras e frases coerentes os pensamentos que me atingem o cérebro. Desenhar é o meu segundo escape. É... Tenho de desenhar... Vou fazê-lo talvez agora... Sim... Provavelmente acaberei por fazer alguma coisa... Sou capaz de depois pôr aqui no blogue... ou não... Não sei... Talvez... Se não me der esse íssimo cansaço...

Já não fazem sentido as minhas palavras... Estive 3 horas acordado involuntáriamente a criar cenários na minha cabeça que nunca existiriam. Em todos eles, o ELijah estava junto a mim. Ás vezes imaginar isso ajuda-me a aguentar, a esperar até ao dia... Mas hoje? Hoje nem por isso. Porque estou cansado de estar longe, e só anseio pelo dia em que estejamos perto uma vez mais. E já não vou escrever mais, porque já não consigo... Sou capaz de depois editar o post com o desenho que fiz... Capaz de... Não tenho a certeza...

2 comentário(s):

Sérgio disse...

Eu comecei a ler e fiquei logo à espera do desenho :p

Unknown disse...

Está feito o dito desenho... Vou postar noutra publicação aqui no blog, espero que e agrade tanto depois de o ver como te agrada saber que o poderás ver X)

Cheers!! =D

Publicar um comentário

Ah, vais aproveitar para escrever um comentário? :3 Obrigado! Feedback é sempre bem vindo ;)

Cheers =D