terça-feira, 9 de agosto de 2011

Ao acordar

Eu hoje de manhazinha, acordei, sem conseguir voltar a adormecer (mantive-me antes num estado de desorientação, num limbo entre o dormir e estar acordado). E já não me lembrava como tinha acordado. E lembrei-me agora mesmo, repentinamente, do que me acordou de manhã.

Foram os seus passos no meu quarto. Sabia que eram dela, porque estava em saltos altos, e ela é a única pessoa cá em casa que usa saltos altos. Sabia que era ela porque reconheci o som da sua respiração, a forma como ela me ajeitou os lençóis, como já não fazia há anos, e como me deu um beijo na testa. Acho que ela queria ter a certeza de que eu lá estava, de que o filho dela não tinha desaparecido de novo... A única coisa de que me arrependo no que fiz, foi tê-los feito passar por aquilo.


0 comentário(s):

Publicar um comentário

Ah, vais aproveitar para escrever um comentário? :3 Obrigado! Feedback é sempre bem vindo ;)

Cheers =D