segunda-feira, 4 de julho de 2011

Em que poça fui eu pôr o pé?

Numa lamacenta, com certeza! 

Às vezes os castigos pelas nossas ações tardam a chegar. E devo admitir, não é nada bonito quando se sabe do perigo eminente.

"Se os teus pais soubessem o que tenho aqui, terias muito que lhes explicar"

Ele disse algo assim. Seria de esperar que eu pensasse "O que é que ele tem?" ou "O que é que eu teria de explicar aos meus pais?", ou "que consequências poderei ter se não fizer o que ele quer?", ou ainda "como será que vou reagir ao que está para vir?". Estaria a mentir se dissesse que nada disso me passou pela cabeça. Mas havia uma coisa que me ecoava em alto e bom som. "E se ele contar aos meus pais, eles não aceitarem quem sou, e correr o risco de perder a pessoa que mais amo no mundo?". Vários filmes se formaram na minha cabeça. Mas só uma coisa me importa: não perder o meu porto seguro, a minha âncora, o meu refúgio, o que me prende à sanidade e no entanto me deixa nas núvens: o Elijah.

Cheguei então a uma conclusão. Eu estou pronto para todas as consequências que derem e vierem. Eu, apesar de não ser um lutador, sei que seria capaz de enfrentar um exército de centenas de homens armados se significasse que poderia estar com o homem que amo. E se é ele que desperta isto em mim, só terei uma coisa a recear: perdê-lo. Ele garantiu-me que isso não aconteceria. Eu confio nele. E assim, venha o que vier, sei que poderei enfrentar qualquer coisa, seja o que for.

Parece poético, tirado de um livro ou de uma qualquer história lendária. Mas não é à toa que os livros retratam o amor como uma força capaz de mover montanhas. O amor é de facto algo que nos faz querer lutar por ser alguém melhor, apenas para agradar e tornar feliz uma pessoa.

Se tenho medo das consequências que os meus atos possam trazer? Tenho medo sim. Se acho que estou ponto para enfrentar quaisquer coisas más que aí venham? Pronto não estou. Se serei capaz de enfrentar quaisquer consequências que aí venham, apesar de ter medo e sentir que não estou pronto? Sim, desde que ele esteja lá ao meu lado para me dar a mão.

0 comentário(s):

Publicar um comentário

Ah, vais aproveitar para escrever um comentário? :3 Obrigado! Feedback é sempre bem vindo ;)

Cheers =D