segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Auto-confiança

Continuo assim, instável. Acho que é uma fase da mudança. Mas vendo bem, começo a sentir-me mais maturo - leia-se mais auto-confiante - do que aqui há uns tempos atrás. Pergunto-me o que mudou para me sentir assim. A resposta está mesmo debaixo do meu nariz: passei a ser honesto comigo próprio. Comecei a aceitar-me incondicionalmente a mim próprio, como sou, sem tirar nem pôr. Já não dou tanta importância ao que os outros pensam de mim. Como é óbvio, a opinião deles conta, no caso de eu precisar de mudar para melhor, mas aprendi a avaliar essas opiniões e a decidir se me fariam, ou não, mudar para melhor. E, com isto, sinto-me muito melhor comigo, mais despreocupado com o que perdi e com o que está para vir, por um lado. Por outro, estou mais ocupado a viver o momento, a viver a vida. Piadas entre amigo, conversas sobre a vida, tudo isso significa algo mais para mim. A auto-confiança é um dom que eu já esperava há muito e que me ajuda a gostar de mim.

"Se eu não gostar de mim, quem gostará?"

2 comentário(s):

Mark disse...

É assim mesmo que deves pensar. (:

Unknown disse...

:p Isto é como tudo neste mundo: sempre a evoluir :D

Publicar um comentário

Ah, vais aproveitar para escrever um comentário? :3 Obrigado! Feedback é sempre bem vindo ;)

Cheers =D