domingo, 8 de maio de 2011

Por Vezes...

Por vezes esqueço. Esqueço o que passei, esqueço o que sofri. Mas as coisas voltam ao de cima. Agora não passam de recordações, e sinto-me grato por tal acontecer. Sinto-me grato por ter encontrado a minha felicidade. Mas o passado é algo que não se esquece completamente, apenas por vezes. Os Fantasmas do passado ainda me atormentam. Ainda sinto o medo de voltar de novo ao que era antes e que não é agora. Mas quando relembro, é porque sei que ainda há pessoas a passar por aquilo que eu passei, por aquilo que tanto me deitou abaixo, tanto me amargurou, por aquilo que me tornava por fora alguém sorridente mas que por dentro me tornava uma criatura amargurada, que se sentia abandonada, perdida neste mundo. E depois lembrei-me de uma música dos My Chemical Romance. Uma música que é uma das minhas preferidas. E cujo refrão me ajudava a continuar.

I am not afraid to keep on living
I am not afraid to walk this world alone
Honey if you stay, you'll be forgiven,
Nothing you can say can stop me going home.
My Chemical Romance - Famous Last Words

É isso que é preciso. Não ter medo de viver, não ter medo de caminhar sozinho num mundo cruel, porque nada nos impedirá de chegar a casa, àquele local, momento e/ou pessoa que nos faz sentir bem. Claro, as palavras do refrão ajudavam-me a encarar a vida porque eu tinha medo de continuar viver, o que significava sofrer, tinha medo de caminhar sozinho, o que significava sentir-me abandonado aos elementos erosivos do mundo e da sociedade. Mas nada me podia impedir de ir para casa. E quem quer que ficasse lado a lado comigo, como referido no verso "Honey if you stay you'll be forgiven", seria meu amigo, alguém a quem eu perdoaria qualquer erro, desde que me apoiasse incondicionalmente. Claro, esta era a minha interpretação da música, cada um terá a sua. Mas se na altura eu já sabia que havia mais pessoas a passar pelo mesmo que eu, agora sei melhor do que ninguém o que é o alívio de ver esses dias para trás das minhas costas. No entanto, a lembrança desses dias continua cá...

E por isso, digo a todos os que passam pelo que eu passei, que têm de enfrentar os obstáculos como algo que vos fortalece. Têm de perder o medo de viver e de caminhar neste mundo, quer seja sozinho, quer acompanhado, e acima de tudo não podem deixar que nada, nada, nem mesmo pessoas, situações, locais, momentos, recordações, mágoas passadas, vos impeçam de encontrar o vosso caminho para "casa".

0 comentário(s):

Publicar um comentário

Ah, vais aproveitar para escrever um comentário? :3 Obrigado! Feedback é sempre bem vindo ;)

Cheers =D