domingo, 12 de junho de 2011

Dulce Pontes

Quando era novo, ouvia esta mulher - o pai punha-me o CD a tocar. E punha sempre aquelas que sabia que eram as duas de que mais gostava. Há anos que não as ouvia, mas redescobri-as hoje:

Laurindinha


Canção do Mar


São ritmos que nunca esqueço, e que me são intemporais. Sou sempre capaz de acompanhar a letra, pode ate nem ser por inteiro, mas consigo acompanhar...

0 comentário(s):

Publicar um comentário

Ah, vais aproveitar para escrever um comentário? :3 Obrigado! Feedback é sempre bem vindo ;)

Cheers =D