terça-feira, 7 de junho de 2011

Gleek

Yap, sou um orgulhoso Gleek. Reconheço perfeitamente as vozes de todos. Hoje, não sei porquê, e apesar de estar um dia da treta, acordei bem disposto. Anormalmente bem disposto, sim, dadas as circunstâncias... Mas já desperdicei demasiado tempo da minha vida a viver amargurado, não quero, nem vou, voltar para aquele canto escuro em que me encontrava antes de o conhecer, porque, apesar de tudo, continuo a conhecê-lo e a ser amigo dele. De manhã, a caminho da escola, liguei o mp4. Aleatoriamente escolhi a pasta das músicas cantadas pelo elenco do Glee. A primeira que me veio aos ouvidos foi a Rolling In The Deep. Passei à frente. Não queria que a música me estragasse o humor (se bem que acabei por tirar a prova dos nove - cantei-a durante a tarde inteira e não me deu cabo do humor... LOL).

Quando dei por mim, estava a dançar, em plena rua, ao som da Loser Like Me, umas das canções originais da série. Ainda me lembro, mesmo na parte do "Hey, you over there, keep the 'L' up in the air" atirei com os braços ao ar, agitando-os ao ritmo da música. E pensam que a loucura acabou por aí? Não! A seguir veio a Forget You cantada pela Gwyneth Paltrow, a atriz que interpreta uma das minhas personagens preferidas da séria. E lá andava eu a abanar a cabeça ao som do "Yeah I'm sorry I can't afford a Ferrari, but that don't mean I can get you there. I guess she's na Xbox, and I'm more Atari, but the way you play your game ain't fair. I see you driving around town with the guy I love, and I'm like - Forget You!"

E depois cheguei à zona mais mexida cá da cidade, por isso contive os meus impulsos doidos. Enfim... Tenho de aproveitar o bom humor enquanto ele dura, não?! Ás vezes sinto-me mal por estar assim. Fico a pensar que devo parecer um insensível que acabou à pouco tempo um namoro e que já está assim com o humor em alta. Mas é como digo. Já passei demasiado tempo a amargurar, ainda por cima, não faria sentido para fim fazê-lo devido a algo que me soube tão bem partilhar com o K., mas que ainda tem um futuro, apesar de diferente daquele que eu imaginava.

Algo me diz é que ele não está a levar as coisas tão bem quanto eu... Mas cá estarei para oferecer o meu ombro amigo se ele precisar, e a quem precisar.

Cheers! =D 

0 comentário(s):

Publicar um comentário

Ah, vais aproveitar para escrever um comentário? :3 Obrigado! Feedback é sempre bem vindo ;)

Cheers =D