quinta-feira, 31 de março de 2011

O dia de hoje foi monótono e bom para estar na praia. Tempo solarengo e abafado... Estive sempre a imaginar as ondas a rebentarem na areia da praia. Bah, e acabei de novo a apreciar os rapazes giros. Que foi? O que é bom é para se ver, não? x)
Não voltei a ver o rapaz parecido com o Mitch Hewer, mas tive aulas com o Ambrósio, que se sentou no lado oposto ao meu da sala... Anyway. Hoje fui com a minha camisola branca às riscas azuis tipo marinheiro, com os meus calções, e os meus ténis brancos, pretos e azuis... Eu sou um amante do Azul... mas disseram que eu estava giro :D Isso são boas notícias! Bom... o único pormenor é que foi uma rapariga que o disse... Mas elas costumam saber o que dizem, não? x)
A aula de português foi a única que passou bem depressa. Fui quem teve melhor nota no teste de escrita. O Gui comentou que eu era quase um pro, apesar de já não treinar há muito tempo. Eu respondi que ainda treinava. "Mas não disseste que já não lias nenhum livro há imenso tempo, sem ser nas aulas de português na oficina de leitura?" - Perguntou. Eu olhei para ele e respondi: "Sim, já não leio há muito, mas isso é treino teórico, refiro-me ao treino prático: escrever. Eu estou sempre e constantemente a escrever.". Ele olhou para mim, curioso, mas a conversa ficou-se por aí.
Hoje o Gui quis brincar um bocadinho com o meu relógio, na aula de química (e esqueceu-se de desligar o cronómetro, que ficou a contar o tempo durante oitenta minutos... -.-). Não que isso importe imenso... São as pequenas coisas que ele faz que me cativam. Não consegui deixar de entrar na brincadeira. Mas depois olho para mim mesmo e repreendo-me por estar a permitir que esse sentimento se desenvolva quando apenas vai dar a um beco sem saída. Farto de bater com a testa em paredes de tijolo estou eu, muito obrigado, não preciso de mais nenhuma na minha vida.
Ainda há pouco tempo alguém comentou que eu não ia ao meu blogue há quase um mês. Sim, eu tenho um outro blogue. Eu comecei a escrever nele... em julho de 2010, creio... Sim, foi isso. Primeiro nem sabia o que lá pôr, mas depois comecei a fazer daquilo um diário. Contava o meu dia, os meus pensamentos. Entretanto, os meus pais descobriram o blogue, e, qual incêndio a deflagrar por uma floresta, essa notícia chegou aos ouvidos de toda a minha família.Claro, comecei a ter um bocadinho de mais cuidado com o que dizia, porque não queria ter os meus pais a chatearem-me para que eu falasse com eles sobre algum desabafo menos agradável que eu fizesse. Pouco tempo depois disso... Diria uns dois meses, comecei a ter dúvidas sobre a minha sexualidade. Uns quatro meses de dúvidas depois, já eu tinha a certeza de que era gay. E duas ou três semanas a seguir, acabo por criar este Blogue. Ultimamente, tenho dado mais atenção a este blogue, porque me sinto mais à vontade em escrever para pessoas que me compreendem, apesar de não me conhecerem pessoalmente, e que têm a oportunidade de me ir conhecendo aos poucos sem formar ideias previamente adquiridas sobre mim, como a minha família e o meu grupo de amigos tem... Enfim, vivo uma vida dupla: de dia sou o rapaz que todos conhecem, e em casa também, mas no meu quarto, passei a ser apenas e somente o Ragdoll.

Cheers! : D
Hot Guy

0 comentário(s):

Publicar um comentário

Ah, vais aproveitar para escrever um comentário? :3 Obrigado! Feedback é sempre bem vindo ;)

Cheers =D