quarta-feira, 16 de março de 2011

Sonhos e Pesadelos

Odeio quando reflicto demasiado. A última coisa que me tem enchido a cabeça é imaginar como seria se tivesse um namorado. Bah! E parece que 'tou com o cio, até já olho para os meus colegas de turma de forma diferente. Sim, sempre olhei, de vez em quando, mas não tanto como ultimamente. Ainda sou apanhado e depois tenho de prestar declarações. Bom, não vou gritar aos sete ventos que sou gay, mas se as pessoas perguntarem, respondo honestamente. Acho eu... Nunca ninguém me fez essa pergunta, por isso, olha... Isto tem de ser aos poucos... De uma vez só não é saudável.
E depois ponho-me a pensar o que as pessoas achariam de mim se soubessem acerca da minha orientação sexual... quantas vezes não oiço na rua comentários insultuosos sobre gays que me fazem estremecer de raiva e de medo. Raiva, por me sentir insultado, medo, por pensar que aquele comentário poderia ser dirigido a mim. Já é difícil ser-se adolescente, tinha de me calhar este fardo também...
Agora estou a escrever e sinto-me vazio. Nem bem, nem mal. Não sinto. Acho que é isso. e deve ter sido por causa do sonho que tive, que me surpreendeu...
Ok, sonhei que tinha ido a uma piscina, perto da praia. E fui aprender surf. No final, podemos ir dar um mergulho. Eu atirei-me para a piscina, e olhei para o lado. No momento em que toquei a água, todas as pessoas que estavam lá comigo estavam longe do sítio onde eu tinha mergulhado e de costas para mim. De repente, senti-me a ser puxado. Fiquei preso ao fundo da piscina, pela força da água que era sugada para o filtro por baixo de mim. e depois pensei: Oh, ninguém me viu mergulhar, ninguém sabe onde estou... Eu sozinho não consigo sair daqui, vou-me afogar antes de conseguirem chegar a mim... Oh, se assim é, mais vale desistir agora. E respirei fundo. Acordei sobressaltado. E fiquei aparvalhado com o que eu tinha pensado no sonho. Será que eu era capaz de desvalorizar assim a minha vida, desistir apenas porque há hipóteses de não me conseguirem ajudar a tempo? Acho que não, que não seria capaz de desistir. Espero que não seja capaz de desistir...

2 comentário(s):

Anónimo disse...

Que raio de sonho. Mas acho que nos sonhos não controlamos aquilo que fazemos pelo que não precisas de te preocupar.

Unknown disse...

Pois eu também fiquei a pensar isso: "que raio de sonho!". E claro, sei que não controlo os meus sonhos. O problema é que eu costumo sonhar com coisas que me preocupam... Não de uma forma directa, mas metafórica. Acho que é uma forma de o meu subconsciente me dizer que algo me preocupa e que faço mal em tentar ignorar.

Publicar um comentário

Ah, vais aproveitar para escrever um comentário? :3 Obrigado! Feedback é sempre bem vindo ;)

Cheers =D