sexta-feira, 18 de março de 2011

Post onde apanho um susto e me torno um ser maligno

Passo a explicar. Hoje não ganhei para o susto porque quase fui assaltado. Eu estava a andar na rua e dois rapazes de etnia africana (desculpem, mas eu tenho amigos que têm o tom de pele mais escuro e não me sinto bem a tratá-los por "pretos" -.-) dirigiram-se a mim. Um deles perguntou-se se eu tinha moedas. Eu, calmamente por fora, todo acelerado por dentro, respondi que não tinha moedas nenhumas [tinha 3€ na carteira, mas obviamente eles não precisavam de saber isso...]. ele continuou a insistir. Eu tentei continuar a andar, mas ele puxou-me pela mala, dizendo "Calma aí, hey, 'tou a falar contigo." Perguntou-me de novo se eu tinha moedas, e eu respondi que não. Finalmente ele largou-me, mas o outro continuou a caminhar ao meu lado, a perguntar se eu tinha moedas. "Não" -respondi eu, novamente - "não tenho moedas nenhumas". Ele olhou em volta, o que me fez ficar ainda mais assustado, com medo que ele estivesse a preparar-se para sacar de uma faca. Ele olha para mim e diz: "Então gira aí o móvel..." [tradução do calão: Então dá cá o telemóvel (xD)]. Eu calei-me e continuei a andar. Eles ficaram-se. Soube depois que o colega que se senta ao meu lado nas aulas e com quem eu tinha estado segundos antes de os dois rapazes me interpelarem observou a cena toda à distância, avaliando se era necessário intervir ou não. Por sorte não foi.

Agora, explico porque é que me torno num ser malicioso... Muitos de vocês podem dizer: "que mau" ou "Yhec!!"... Mas há algo que eu sempre sonhei fazer, desde que me ofereceram um pequeno set de material de laboratório pelos anos (microscópio, tesoura, bisturi): Dissecar um bicho. Mórbido hun? A melhor parte é que o meu pai conhece esse meu gosto pelas ciências. E hoje apanhou um gafanhoto (diga-se de passagem, que é gigantesco... tem quase o tamanho do meu polegar) e meteu-o num recipiente de plástico... Acho que o vou alimentar por uns dias, mas parece-me ser um adulto já com alguma idade... Quando o meu pai o apanhou já lhe faltava uma antena. Quando ele falecer, vou dissecá-lo. É sádico, mórbido, nojento, rude... E divertidíssimo, já para não falar em educativo. 

Para os mais defensores da natureza, que acham que o que estou a fazer é anti-natural... Pensei que os gafanhotos rapidamente se tornam em pragas por alguma razão é: reproduzem-se muito facilmente. E pelo tamanho, este já teve muitas hipóteses de se reproduzir, por isso, já fez a sua cota-parte no seu ecossistema. Seria morrer nas garras de um pássaro ou às minhas mãos... O pássaro que se contente com sementes, que eu estou prestes a realizar um sonho. Lol.

O gafanhoto é muito idêntico a este.

0 comentário(s):

Publicar um comentário

Ah, vais aproveitar para escrever um comentário? :3 Obrigado! Feedback é sempre bem vindo ;)

Cheers =D