quinta-feira, 21 de abril de 2011

Distraído...

Antes eu sempre fora uma pessoa que se distraía com facilidade quando aquilo em que se devia concentrar não lhe agradava. Mas agora ainda me torno mais distraído. Ora, peguei no meu telemóvel de manhã, mas quando dei por mim, já não o tinha na mão e não me lembrava onde o tinha posto. Procurei-o por todo o lado. Como não encontrei, decidi ir-me vestir enquanto pensava onde o poderia ter deixado. Conforme tiro a camisola do pijama e aponho na cama, ela cai, fazendo um estrondo ridículo. Eu fiquei especado a olhar para a peça de roupa, que não me parecia ser assim tão pesada. Foi então que me lembrei que tinha posto o telemóvel no bolso do pijama quando fora à casa-de-banho, pouco depois de ter agarrado no aparelho. Outra semelhante sucedeu-se pouco depois. No fim do pequeno almoço, fui comer uma pastilha (eu como imensas pastilhas...), e agora, precisamente antes de começar a escrever este post, reparei que já não tinha a pastilha na boca... Ainda não sei se a engoli sem querer, se a deitei no lixo... Não me lembro de nenhuma das duas situações ocorrerem, mas provavelmente pu-la no lixo...

Agora imaginem-me assim a tentar fazer exercícios de matemática... Troquei umas coisas, mas lá revi os meus apontamentos e reparei o que tinha feito mal. Enfim, que é que se há de fazer?

[Estou a olhar para a forma verbal do verbo haver no parágrafo anterior... "Há de" sempre se escreveu "há-de", mas agora com o novo acordo ortográfico isso já não é assim... gostava mais da forma com o hífen...]

Depois de acabar os exercícios pus-me a ouvir Hardstyle, novamente. Veio-mo à cabeça a imagem de uma discoteca... Ia ser lindo, eu a bombar na disco... Credo, um momento memorável de tão ridículo que seria.

O meu pai convidou-me para ir com ele no último fim-de-semana de Abril, depois de jantar, a uma sessão de Karaoke. Eu a-d-o-r-o karaoke *.* Eu adoro cantar, podemos começar por aí... É sempre uma fonte de diversão, ver as outras pessoas cantar. É por causa disso que nunca consigo resistir a jogar uma partida de Sing Star. Lembro-me que uma vez fomos a casa de um casal amigo da família e a música onde fiz o melhor score foi na música Bring Me To Life dos Evanescence. Eu estava a jogar com a nossa amiga... Ela ficou-se para trás porque não sabia bem a letra, mas pronto... Ainda por cima não admite a derrota, humpf! x) Mas é verdade que também me acontece isso, não conseguir cantar por não saber a letra. Mas logo de seguida, ao ouvir-me cantar sem o microfone, comentou que eu tinha uma voz bonita, mas que isso era uma característica difícil de notar nas pessoas durante o karaoke. Eu cá, odeio o som da minha voz... Gosto de cantar, mas odeio o som da minha voz, principalmente devido ao facto de não se equiparar à dos meus cantores preferidos (The Fray, Lifehouse e... bom, obviamente que a minha voz nem se compara à Amy Lee, a vocalista dos Evanescence). Mas cantar é algo que não consigo evitar fazer. Dá-me prazer fazê-lo, e continuarei a cantar até não ter voz.


Cheers! =D

4 comentário(s):

KarenB disse...

Não me digas que também tens aquela mania de cantar a acompanhar todas as músicas? Eu sou assim e o meu irmão diz que é horrível, porque não deixo ouvir de facto a música, lol.
Mas é inevitável. Não consigo deixar de o fazer.

Beijinho

Unknown disse...

Tenho imeeenso essa mania x) já recebi muitas reprimendas por causa disso, mas não consigo resistir a acompanhar as músicas de que gosto... x)

Anónimo disse...

may I join you two? xD

Unknown disse...

Why not? xP

Publicar um comentário

Ah, vais aproveitar para escrever um comentário? :3 Obrigado! Feedback é sempre bem vindo ;)

Cheers =D