quinta-feira, 28 de abril de 2011

Pesadelos

O meu subconsciente prega-me umas partidas um bocado loucas, como já devem ter reparado. Mas há anos que isto não me acontecia... BOm, vejamos, o primeiro filme de ficção científica que vi, foi Signs, sobre E.T. Eu era novinho, e estava cheio de medo. No entanto, sempre adorei o assunto do sobrenatural, ficção científica, coisas desse género. E andava sempre a pedir aos meus pais para me deixarem ver filmes de terror, coisa que eles recusavam. Nesse dia, o meu ai mostrou-me porque é que não queria que eu visse aqueles filmes. A primeira cena onde se vê um E.T., é quando o Tio do rapazito vê umas imagens nas notícias de um vídeo amador. O homem estava dentro de um armário, a ver a TV. Eu corri para o meu quarto cheio de medo. O meu coração bombeava a adrenalina, e eu pensava "não quero ver mais, não quero ver mais!". Mas depois, percebi que gostava da sensação do medo puro, e voltei a caminhar lentamente para a sala. Andei o filme inteiro assim, a fugir para o quarto e a voltar. Isto acontece porque sou uma pessoa que se assusta com dificuldade, se bem que há raras vezes em que tenho a guarda em baixo e me assusto de forma ridícula, enfim... Mas é um facto que é raro eu sentir aquele medo que me dá adrenalina. Os filmes de terror, pareceram-me uma boa forma de atingir esse estado que tanto gosto e desgosto ao mesmo tempo. Mas nem todos os filmes de terror me proporcionam isso. E desde o Signs, que nenhum outro filme me tinha dado pesadelos. Isso foi até ver o Paranormal Activity. Muita gente pode dizer que o filme nem era nada de especial, mas nunca, nunca, se viu a entidade que assombra aquela casa, o que torna a pressão psicológica maior. Como poderia o espetador enfrentar algo que nunca viu? Tive pesadelos com a tal entidade, mas nada que me tivesse assustado muito. Acordei com o pensamento "ora bolas... estava a ter uma sessão cinematográfica gratuita e acabei a sair da sala antes de tempo...". Mas ontem, encontrei o trailer de um filme chamado Grave Encounters. Nunca vi o filme, apenas o trailer, mas as imagens que mostraram, deixaram-me ansioso por ver o filme. E sonhei com isso. Sonhei que estava num antigo hospital, escuro, com fantasmas a perseguirem-me, a tentarem matar-me. Uns olhos negros como o breu a espiarem-me nos recantos escuros. E lembro-me de pouca coisa. Vultos, apenas, mas há uma parte desse sonho que não me sai da mente. Lembro-me de estar numa sala vazia, apenas adornada por uma cama velha, deitada ao chão. Apercebo-me que está alguém lá por trás. Caminho de novo para a porta, mas depois, ele levanta-se e reconheço-o. Ele olha para mim, assustado, perguntando se sou real. Eu corro para ele, dizendo que sim. Era o K.. Depois senti movimento atrás de mim, e vejo uma mulher de cabelos negros, coberta de sangue, a caminhar para dentro da sala. Ela arrasta os pés, soltando grunhidos. Depois olha-me. Os tais olhos negros. E grita, saltando-me para cima. Eu desequilibro-me, batendo contra a janela que estava por trás de mim. Os vidros partem-se, mas consigo agarrar-me a tempo. A mulher tinha desaparecido. O K. ajuda-me novamente a subir para dentro da sala. Caminhamos depois pelo corredor, e, de repente, ele pára. Eu fico a observá-lo, para descobrir o que se passa. Ouço correntes a arrastar. Olho para trás. É o Pyramid Head, do Silent Hill. Ele agita a sua espada no ar, e atinge-me. Grito de dor, e oiço o K. a gritar o meu nome. Quando olho para o chão, vejo o meu braço ainda agarrado a parte do meu tronco. Começo a sentir-me a sufocar com o sangue que me enche os pulmões. O Pyramid Head volta a dar-me um golpe, desta vez do outro lado do meu corpo. Caio de joelhos no chão, tentando respirar, sem conseguir. E depois acordo com falta de ar. O sonho não deve ter durado mais de meia hora, porque era uma e meia, e eu adormecera por volta da uma. Mas como sempre, enfrentei aquilo com sentido de humor. A primeira frase que pensei foi: "Otário, ao menos corrias assim que viste o monstrengo, ficaste parado para quê? É normal que te tenha desfeito aos pedaços -.-". Voltei a adormecer, e desta vez sonhei que estava a andar de avião. Mas desse sonho, é a única coisa que me lembro.

Aconselho àqueles que são mais sensíveis a não assistir a este trailer.

Pyramid Head

3 comentário(s):

Wolverine disse...

Esse Pyramid Head é mesmo lindo. Tê-lo como guest num sonho deve ter sido uma coisa simpática.

Por isso é que eu, antes de dormir, vejo sempre desenhos animados ou uma coisa de comédia qualquer x) e assim não tenho pesadelos.

Anónimo disse...

os meus pesadelos (ou pensamentos antes de adormecer, que eu só sonho com eu a conhecer gajos de animes e ser lolita lol) são mais reais, filmes e ficção não me assustam muito, excepto algumas histórias que ficam sempre na memória. às vezes parece-me ver a sombra da Morte no batente da minha porta do quarto, que está sempre aberta.. e depois pergunto-me o que faria se ela matasse a minha família e me fosse matar a mim. acho que me estou a treinar para não ter medo de morrer /fail
às vezes penso que há nazis que me vão invadir a casa e matar a minha fmaília toda e que eu me consigo salvar e depois ele vão com as metrelhadoras e tudo e é horrível :/
desculpa pelo rant

Unknown disse...

Weasley, é mesmo um convidado de sonho para os meus sonhos... x) Desculpa a Redundância. Eu não costumo ter pesadelos, mas enfim, como sou louco, até gosto de os ter.
(P.S.: O teu novo nick é mais fácil de pronunciar que o antigo... xD)

Adorkably-silva, eu também já imaginei muitas vezes a morte à porta do meu quarto. Parecia sempre ver o manto, a tentar esconder-se por trás da umbreira, junto ao armário... E depois a cama foi mudada para mesmo em frente à porta, e um dos pilares da cama parecia-me um anão -.- E imaginava esse anão tipo o Chucky em versão gnomo de jardim -.- xD. E depois a cama trocou lá mais para o fundo e o PC ficou em frente à porta, e agora já quase não consigo vê-la quando estou deitado, por isso, essa fase passou por enquanto... Mas se te faz feliz por não pareceres muito doida, eu não consigo adormecer com as portas do roupeiro abertas. Tenho sempre de as fechar, porque fico com a sensação que um Goblin verde e esquelético me está a espiar por entre os casacos e me vai degolar com uma faca rude de pedra trabalhada enquanto durmo...

Publicar um comentário

Ah, vais aproveitar para escrever um comentário? :3 Obrigado! Feedback é sempre bem vindo ;)

Cheers =D