terça-feira, 5 de abril de 2011

Teenage Dream

O meu dia ainda vai a meio, mas não consegui evitar fazer um update. Ora, aula de educação física, pouco produtiva fio: teste seguido de auto-avaliação. Sim, e depois, ainda tentei jogar volei, mas pus-me a cantar a Teenage Dream, e a "We are familly, all my brothers, sisters and me". Na aula de Inglês, lemos uns textos e fizemos exercícios nos primeiros quarenta e cinco minutos e começámos a ver o filme Blood Diamonds nos segundos quarenta e cinco minutos. Apareceu uma cena com o Leonardo DiCaprio em toalha... Ele tem um corpo tão apetitoso... +.+ (mas não o trocaria pelo Luke Macflarane... xD).
Ora, na aula de inglês, antes de começarmos a ver o filme, decidi guardar as minhas coisas. Eu e o Gui sentamo-nos na última carteira da fila junto às janelas. Atrás de nós fica um espaço, onde costumamos por as coisas, lá ao canto. Eu torci-me, para ir buscar a mala, e o Gui, nas brincadeiras dele, fez a minha cadeira arrastar. Eu desequilibrei-me e, para não cair, segurei-me ao que pude. Ergui a cabeça e olhei para onde eu me tinha agarrado. O ombro dele... Tinha as duas mãos apoiadas no ombro dele, e ele continuou a olhar em frente, com indiferença. E eu tenho dificuldades em explicar o que senti. Bom, há uns tempos, o meu coração teria acelerado por estar a tocar-lhe, mas acho que desta vez foi mais pelo susto de ele poder fazer alguma pergunta a que eu tivesse que responder... BOm, não importa. Depois da aula, saímos da escola, para irmos para casa. Entretanto, cruzei-me com a Nê. E ele comentou "Então, daquela fonte já não bebes tu, hun?". Ao que eu respondo "Pois, não bebo e já não quero beber...". E ele pergunta "Então porquê?". Demorei dois segundos a responder, mas na minha cabeça, o meu cérebro batalhava entre duas respostas: a) porque sou gay; b) porque desisti de perseguir algo que não ia dar a lado nenhum. Ambas são verdade, se formos a ver bem... Mas optei pela b)...
Podem achar estranho, eu estar com medo de contar... Mas eu contaria que sou homossexual se as circunstâncias fossem diferentes. E já tinha tido uma conversa semelhante com o Elijah/Patrick mas ainda ontem conversei com o K. sobre isso. Ele comentou que se tivesse um namorado, seria mais fácil de contar às pessoas e eu concordei, afirmando que, se tivesse um namorado, teria muito mais a perder em manter segredo do que se contasse às pessoas que sou gay. Porque se eu me apaixonar por alguém, essa pessoa seria tudo para mim e o risco de a perder por não me assumir, para mim não vale a pena. e pronto... oh tenho de ir fazer o almoço. Esparguete salteado com bife e cogumelos... Mmmmm... querem um bocadinho? xD

Wherever you are, whomever you are, I know you're somewhere, I know there's a Teenage Dream for me in the world. And I know I'll also be your perfect Teenage Dream.

Cheers! :D

Digam lá se ele não é mesmo um pão...? +.+

2 comentário(s):

K. disse...

Ahaha o Lukezinho x)
E sim, o que te disse ontem é mesmo aquilo que penso. Estava disposto a assumir-se se houvesse que havia alguém me desse um abraço daqueles mesmo especiais *.*

Unknown disse...

x) haha, eu esqueci-me de acrescentar uma coisa ao post, que te queria fazer inveja: fui de calções outra vez ^.^ xD

Publicar um comentário

Ah, vais aproveitar para escrever um comentário? :3 Obrigado! Feedback é sempre bem vindo ;)

Cheers =D