terça-feira, 19 de abril de 2011

Things change

Como diz a música Upside Down do Jack Johnson, com que muito me identifico: "I can feel the change in everything, and as the surface breaks reflections fade, but in some ways they remain the same." - Consigo sentir a mudança em tudo, e enquanto a superfície se altera os reflexos esbatem-se, mas de algumas formas mantém-se iguais. É isso mesmo, sinto a mudança em algumas coisas que, no entanto se mantém iguais de alguma forma. Há uns tempos eu sentia-me assim, com vontade para escrever e com muita inspiração, mas sem conseguir escrever nada! E isso devia-se ao facto de eu me sentir abatido, sozinho, não sabia como expressar esses sentimentos de forma fiel mas diferente do costume. Hoje, sinto-me assim, com vontade e inspiração para escrever, mas sem conseguir escrever nada, mas por razões completamente diferentes: estou a sentir muita coisa ao mesmo tempo e não sei por onde começar a exprimir-me. Desde que conheci o K., e desde que estes últimos acontecimentos com ele tiveram lugar, senti-me muito bem, aliás, já não me sentia assim tão bem há uns tempos. E ele faz-me sentir tantas coisas... Primeiro, feliz por ele sentir o mesmo, depois, com receio de que ele se farte de mim, ou que se sinta pressionado por algo que eu faça, enfim, com receio de cometer algum erro que me faça perdê-lo. Finalmente, sinto saudades dele, a falta dele aqui perto de mim. Mas isso, dependendo do rumo que a vida tomar, poderá ser algo que não se mantenha para sempre assim. Acima de tudo, também, tenho medo de perder o que tenho com ele, que isto não dê certo, porque o que mais quero neste mundo é que as coisas entre nós dêem certo. Ele é uma pessoa fantástica: tem sentido de humor, é simpático, preocupado, compreende-me... E não quero perder alguém como ele, porque sei que é raro encontrar gente assim. Mas tenho medo de me agarrar tanto a isto que temos que isso cause o seu afastamento. O mais estranho disto tudo é que apesar dos medos e receios que tenho, só me apetece aproveitar o momento, cantar a plenos pulmões, só penso na felicidade que ele me traz...

E como ele disse: "I can't help falling in love"


I want his special hug :3

2 comentário(s):

K. disse...

:D Ainda bem que estás feliz. E eu estou exactamente como tu: feliz com tudo o que tem acontecido e receoso de te magoar. Sim, vivo aparado com essa ideia. Mas tudo vai correr bem ;) E terás o teu abraço :)

Unknown disse...

:) ainda bem que vou ter o meu abraço, estou à espera dele x) E ainda bem que também estás feliz com o que tem acontecido :3

Cheers (and special hugs) =D

Publicar um comentário

Ah, vais aproveitar para escrever um comentário? :3 Obrigado! Feedback é sempre bem vindo ;)

Cheers =D