terça-feira, 19 de abril de 2011

Funhouse!

Os jantares da minha família, de vez em quando são meeeesmo hilariantes, apesar de tudo. Eu, o meu pai e o meu irmão comemos arroz com atum, mas a minha mãe preferiu comer queijo fresco acompanhado com banana às rodelas. O meu pai, que se senta ao lado dela, começou a tirar-lhe bocadinhos da banana. Quando finalmente acabam de comer, a minha mãe diz:
- Agora vais buscar outra, que é para castigo! É de eu comer muito, tiras-me a fruta.
- Eu agora dizia-te uma coisa... - Comenta o meu pai, no seu tom pervertido e olhando para a minha mãe de uma forma duvidosa.
Eu contive o meu comentário de "pai, por favor, estamos à mesa!". Ela levanta-se e vai buscar uma maçã.
- Então agora já não é uma banana? - Pergunta o meu pai porcamente. - Uma maçã... O fruto proibido, hun?
- Cala-te... É para cá não vires pôr as mãos!
E ela começa a partir e a descascar a maçã com garfo e faca. Eu olho para ela, fingindo escândalo e revolta. É que há uma pequena mania minha de não sujar as mãos. Eu odeio sujar as mão enquanto estou a comer. Não consigo comer frango com as mãos, tenho sempre de comer com garfo e faca.
- Mãe... - Rosno calmamente. - Nunca mais comentes "ai, que fino que tem de comer de garfo e faca" porque nunca vi ninguém partir e descascar uma maçã com garfo e faca! Até eu! Isso é com a mão, e nem se descasca, que a casca é o que faz melhor!
- Mas olha, tens de aprender!
- Não! - Queixa-se o meu irmão.
- A sério, é assim que se faz nos restaurantes chiques! - Argumenta ela, rindo-se.
- Oh, mãe, por favor, até parece que sou rico e fino para estar a fazer isso! - Digo
- Sabe-se lá o teu futuro! - Exclama.
E de facto, nem eu tenho a mania, passo a expressão, suficiente para fazer aquilo. Ainda se eu fosse fino e rico, tudo bem, mas agora, faço como o meu irmão: "não sou rico nem fino, e se vier a ser rico, não me vou armar em fino".
E assim percebo eu, de onde vem a minha perversidade e a minha mania de não sujar as mãos enquanto como. Não viriam do nada, não é? Quem sai aos seus...

4 comentário(s):

ψ Psimento ψ disse...

Ahaha sim os traumas de infância estou frequentemente associados a comportamentos dos pais ehehe. Estou a brincar, eu até achei os comentários do teu pai engraçados. Aqui em casa é raro comermos ao mesmo tempo. Cada um vai jantar quando lhe dá na gana e eu devo acrescentar que tenho o péssimo habito de levar o portátil para a cozinha para ver desenhos animados enquanto janto.
Também não gosto de sujar as mão a comer r na verdade raramente o faço porque quando como frango já toda a gente sabe que o peito é para mim. Também mais ninguém gosta dessa parte e pode-se comer facilmente de garfo e faca.
Relativamente ao que disseste no meu blog eu por acaso sempre quis ser veterinário também, aliás já falei disso lá. Mas a vida trocou-me as voltas e descobri o amor pela psicologia. Actualmente não trocava, quem sabe um dia ainda me viro para esse lado.
Um abraço.

Unknown disse...

Lool

Eu por acaso também já pensei em virar-me para a psicologia, que é uma área que me interessa, para além das artes. Enfim, ainda não sei bem o que quero.

P.S.: Peito do frango é a melhor parte xD

KarenB disse...

Tão amorosos...os teus pais :)
Descascar uma maçã com faca e garfo?! Essa nunca tinha ouvido. Tenho de tentar a proeza, a ver como me safo, eheheh

Unknown disse...

É, de vez em quando eles têm estes momentos constrangedores... xD Mas enfim... Casaram-se é porque gostam um do outro e o demonstram de alguma forma xD

Publicar um comentário

Ah, vais aproveitar para escrever um comentário? :3 Obrigado! Feedback é sempre bem vindo ;)

Cheers =D